Ucranianos em Portugal apoiou as demandas dos tártaros da Criméia (vídeo)

Надрукувати
Дата публікації Перегляди: 5603

Exmos Senhores/as,

No dia 20 de Setembro deste ano, o Majlis (órgão legislativo e representante nos países islâmicos) do povo tártaro da Crimeia começou um bloqueio de fornecimento à mercadoria de Ucrânia para Crimeia. Esta iniciativa foi logo apoiada pelas organizações não-governamentais ucranianas que têm objetivos a travar agressão russa no território nacional de Ucrânia, incluindo Crimeia.

As exigências dos organizadores são segundas:

- Libertação dos presos políticos ucranianos detidos na Criméia e na Rússia: Akhtem Chyyhoza, Dehermendzhi Mustafa, Ali Asanova, Taira Smedlyayeva, Alexander Savchenko, Nadezhda Kostenko, Oleg Sentsov, Alexander Kolchenko, Gennadi Afanasyev e outros.

- Impedimento dos processos criminais e administrativos dos cidadãos da Ucrânia na Criméia que têm clara motivação política.

- Remoção de interferências ilícitas na Crimeia Medias ucranianas e admissão sem restrições aos jornalistas estrangeiros na Crimeia e observadores internacionais.

- Retirar a proibição de entrada na Crimeia para os líderes do povo Crimeia tártaros - Mustafa Dzhemilev e Refat Chubarov, como também e as ativistas do movimento nacional Ismet Yuksel e Sinaveru Kadyrov.

Nós, representantes da comunidade ucraniana em Portugal, estamos solidários com esta iniciativa e pedimos ao governo e políticos portugueses a continuação de apoio à Ucrânia na luta contra a agressão russa, libertação dos territórios ocupados pelos tropas russas e libertação de todos os ucranianos presos na Rússia por motivo político.

Com profunda estima, cordialmente

Em nome:

da Associação dos ucranianos em Portugal, Presidente - Pavlo Sadokha

da Associação "Fonte de Mundo", Presidente - Boris Kucheras

da Associação dos ucranianos Algarve, Presidente - Igor Korbelyak

do Centro Educativo e Cultural "Milagre do Mundo" (Lisboa), Diretora – Vlada Kiyak

do Centro Educativo e Cultura “Escola Ucraniano-Português T. Shevchenko" (Faro), Directora - Natalia Dmytruk

{module mod_knopka_comments}